Archive for junho \19\UTC 2008

Vida de Equilibrista no programa de TV Sem Censura

junho 19, 2008

Cecília Russo Troiano participou do Programa Sem Censura da TV Brasil, com a apresentadora Leda Nagle, no último dia 16 de junho. Na mesa de discussão estavam presentes: Dr. Paulo Souto, procurador federal e responsável pelo site www.direitodoméstico.com.br; Roberta Rizzo, proprietária da rede de franquias especializada em babás, Kanguruh; Sra. Lucia Pacifico, Presidente do Movimento das Donas de casa e consumidores de Minas Gerais e Ana Lúcia Saboia, diretora do IBGE. O tema era bastante instigante e girava em torno das discussões sobre o papel das mulheres, dentro e fora de casa. Assunto não faltou e a complementariedade de opiniões dos participantes enriqueceu bastante a discussão.

Frases vencedoras

junho 13, 2008

Saiu o resultado do concurso promovido no mês de maio no Vertical Shopping, do Rio de Janeiro, realizado no mesmo período da exposição baseada no livro “Vida de Equilibrista – dores e delícias da mãe que trabalha”. O tema do concurso foi uma homenagem às mães e se inspirou no título do livro de Cecília Russo Troiano. Cada participante deveria criar uma frase relacionada a “dores e delícias de ser mãe”. O sucesso foi absoluto e foram recebidas centenas de sugestões.

Três mães mais inspiradas saíram ganhadoras e receberam vale-compras do shopping. Confira o que elas responderam:

1º lugar: “A maior dor de ser mãe é sempre estar cansada, nunca ficar parada, é acordar de madrugada e não dormir quase nada e saber que isso tudo não é dor, é, na verdade, a maior delícia de ser mulher.” Nathália S. Santana

2º lugar: “O que dói é não termos tempo para nada, mas termos que estar presentes o tempo todo; mas é justamente nessa presença que vivemos as delícias de momentos e encontramos o sentido de nossas vidas.” Angélica Moreira Silva

3º lugar: “A cada sorriso do meu filho meu mundo se enche de alegria, mas a cada lágrima meu coração se parte. Por isso, fazê-lo feliz se tornou minha tarefa mais prazerosa.” Bianca Athayde de Moraes

Muitas sonham, muitas realizam, nem todas se dão bem

junho 6, 2008

A idéia de ser ou não dona do próprio nariz passa pela cabeça de muitas equilibristas. À primeira vista é uma proposta sedutora: autonomia, flexibilidade de horários, férias quando quiser… A realidade mostra que entre esse sonho e a vida de empresária há várias pedras no caminho. Não acho que isso desencoraje aquelas que estão pensando nessa idéia, mas refletir MUITO sobre ganhos e perdas é necessário.